Blog | 20 de nov. de 2018

7 passos para o sucesso: adotar a RPA e escolher processos para automatizar (parte 5)

Bp Thumb 7 Steps

Você criou o seu modelo robótico operacional (ROM®) e está começando a entregar os processos. Mas como saber se você identificou os processos corretos para a automação?

Se você perguntar à equipe comercial, eles citarão rapidamente os seus pontos problemáticos e os identificarão como metas da automação. No entanto, esses processos serão realmente os projetos mais indicados e de maior relevância estratégica para a automação, como parte de uma transformação digital mais ampla?

Neil Wright, Chief Customer Officer da Blue Prism, descreve por que é essencial escolher os processos com maiores benefícios e entregá-los de forma a incorporar a RPA.

Se não consegue acessar este conteúdo, reveja suas preferências de cookies.

Ou clique no link abaixo para abrir a página externamente.

Veja este video em: video.blueprism.com

Examinar os processos escolhidos

Nas primeiras etapas da definição da estratégia de automação de processos robóticos (RPA), você precisa realizar algumas análises fundamentais. Quais processos você identificou? Esses processos são os melhores para execução pela Digital Workforce?

Na Blue Prism, temos (juntamente com nossos parceiros de RPA) as ferramentas para ajudar a realização dessa análise. Com o uso inteligente dessas ferramentas, é possível determinar exatamente como deve ser o seu canal.

A conclusão eficaz dessa análise significa:

  • Examinar os processos e quantificar o que entra no canal de automação.
  • Analisar o retorno sobre o investimento (ROI) obtido pela organização com a aplicação da automação a cada um desses processos.
  • Tomar algumas decisões fundamentadas sobre quais processos escolher e quais os resultados que podem ser obtidos com a robótica e a automação.

Desafiar a atitude predominante na área de TI

Nossa "RPA sem código" permite que a equipe de operações defina seus próprios processos, democratizando todo o processo de automação. Esse é um grande benefício do uso da Blue Prism, mas difere da forma como a automação costumava ser realizada no passado. Portanto, será necessário algum tipo de treinamento.

Permitir que pessoas com histórico comercial projetem e iniciem seus próprios processos de automação é um avanço. Isso significa que todo o processo pode ser repetido, é simples de configurar e reduz a "TI paralela" na empresa, o que certamente é um benefício.

Mas pode demorar um pouco para a incorporação e aceitação dessa perspectiva na organização. A linguagem utilizada e a forma como você normalmente fala sobre RPA serão fundamentais para desafiar a atitude das pessoas.

Remover o ambiente de teste para RPA

Na Blue Prism, usamos a expressão "introduzir os processos em produção logo no início do ciclo de entrega". Ou, simplificando, "testar na produção". O problema é que a expressão "testar na produção" escandalizará gerentes de TI na maioria das empresas. Há alguns anos, eu seria um desses gerentes.

No início da minha carreira como programador, sempre me diziam para nunca testar no ambiente de produção. Você criava um ambiente de teste e testava todos os processos antes de poder chegar perto do sistema em produção. E a montagem desse ambiente podia levar semanas, ou até mesmo meses.

Mas, na verdade, os operadores digitais da solução de RPA não alteram nada no sistema. O que o robô faz é reutilizar os ativos que já existem no sistema exatamente da mesma forma que a força de trabalho humana faria.

Então, qual a necessidade de um ambiente de teste? Na realidade, nenhuma.

Adotar a realidade da RPA

O que é necessário é adotar verdadeiramente a RPA. Para isso, precisamos reavaliar, como organizações, a abordagem da introdução da Digital Workforce nos sistemas.

Vamos reduzir o uso do ambiente de teste, adotar o operador digital e dedicar mais tempo e esforço na definição dos processos mais eficientes para o trabalho. Somente com a adoção da RPA e da automação você poderá alcançar o verdadeiro valor potencial desses robôs.

7 etapas para o sucesso

Fique atento ao nosso blog nas próximas semanas, pois continuaremos a dividir todo o processo do ROM® em 7 etapas-chave.

A combinação do método ROM® da Blue Prism com nossa RPA sem códigos proporciona a você uma implementação de automação bem-sucedida, com uma Digital Workforce expansível e robusta.

Isso reduz custos, melhora a satisfação do cliente e dá autonomia ao seu pessoal para assumir novas responsabilidades, incentivando o envolvimento dos funcionários.

Baixe o nosso infográfico grátis do ROM® e fique informado.

A tecnologia ao seu favor

Os nossos trabalhadores digitais são inteligentes, versáteis, autônomos e seguros. Juntamente com a sua força de trabalho atual, eles podem automatizar processos que impactem desde o trabalho do escritório até a experiência do cliente. Os benefícios inúmeros: mais agilidade e controle sobre o trabalho; maneiras novas e transformadoras de operar; e mais tempo para a sua equipe se concentrar no que realmente importa.

Começar

© 2021 Blue Prism Limited. "Blue Prism", o logotipo "Blue Prism" e o dispositivo Prism são ou marcas comerciais ou marcas registradas da Blue Prism Limited. Todos os direitos reservados.