Blog | 13 de jun. de 2022

A automação inteligente e equipes de riscos e conformidade

ICAW15904 440x303

Como aproveitar a automação inteligente nos serviços financeiros  

As equipes de riscos e conformidade estão na vanguarda das estratégias adotadas pelas instituições de serviços financeiros para transformar e expandir suas empresas. Elas são responsáveis por garantir que as organizações atinjam um equilíbrio entre a necessidade de mudança/crescimento e os riscos do não cumprimento das demandas de órgãos reguladores e stakeholders.

Enquanto isso, o volume e a complexidade dos regulamentos em todo o mundo aumentam cada vez mais rápido. Bancos e outras instituições financeiras precisam responder adequadamente. Além disso, precisam reagir de forma rápida e decisiva a eventos inesperados, como o conflito na Ucrânia.

Considerando esses desafios, como as organizações estão agindo para evitar não conformidades e os riscos decorrentes, como danos financeiros e à reputação da empresa?

Uma resposta é usar a automação inteligente (AI). A AI permite que equipes de riscos e conformidade orientem softwares conhecidos como operadores digitais. Os operadores digitais assumem os processos mais demorados e com maior uso de recursos, como verificações de Conheça o seu cliente (KYC) para novos clientes e Combate à lavagem de dinheiro (AML).

Como usar a automação de serviços financeiros para absorver cargas de trabalho maiores

Recentemente, estabelecemos uma parceria com a International Compliance Association (ICA) para descobrir como 254 profissionais de riscos e conformidade em instituições financeiras avaliavam a automação inteligente. Procuramos identificar as vantagens, a forma de adoção por muitas organizações e os obstáculos para o investimento na automação inteligente.

Uma grande parte dos participantes concordou que tinha de lidar com uma carga de trabalho maior do que nunca. Praticamente 9 em 10 participantes (86%) relataram requisitos de recursos de conformidade “consideravelmente maiores” ou “levemente maiores” em relação aos requisitos de apenas dois anos atrás. Somente 3% afirmaram ter requisitos de recursos de conformidade “levemente” ou “consideravelmente menores”.

No entanto, quando perguntados sobre como suas organizações lidam com o crescimento das cargas de trabalho, a maioria expandiu as equipes de riscos e conformidade. Outros atribuíram mais trabalho aos membros das equipes atuais. Menos de um quarto informou a implementação de tecnologia de automação para reduzir o trabalho manual e aumentar a produtividade.

Segundo Pekka Dare, vice-presidente da ICA, no relatório[1] baseado em nossa pesquisa: 

“Essa situação, e o uso de e-mails, planilhas e processos manuais por muitas empresas para coletar dados de conformidade, mostra que os níveis de adoção da automação para fins de conformidade são inferiores aos que poderíamos supor.”

Como eliminar a divisão para alcançar o sucesso da automação inteligente 

Aparentemente, o baixo investimento em RPA e automação inteligente não resulta das opiniões de profissionais de riscos e conformidade sobre a forma como a tecnologia pode agregar valor às suas organizações.

Na verdade, a pesquisa mostra altos níveis de concordância dos participantes a respeito dos possíveis benefícios das novas tecnologias. Por exemplo, redução de erros humanos (81% dos participantes), redução do tempo necessário para identificar e coletar dados (79%) e aprimorar a experiência e reduzir conflitos da equipe (53%).

Também foram destacados os maiores obstáculos à adoção da automação inteligente. Um dos obstáculos citados foi a falta de conhecimento sobre a tecnologia. No entanto, talvez seja mais significativo que apenas 7% culparam a resistência das equipes de risco e conformidade, mas três vezes mais (21%) citaram a resistência cultural das diretorias.

Como a diretoria sênior é, em última análise, responsável pela aprovação de investimentos em novas tecnologias, essa divisão precisa ser eliminada antes que as equipes de risco e conformidade obtenham a ajuda necessária para lidar com os grandes volumes de trabalho.

Essa desconexão pode atuar como um freio às iniciativas de mudança e adaptação dos bancos às novas condições do mercado. Além disso, ela pode dificultar a aquisição de profissionais de riscos e conformidade que desejam trabalhar com conjuntos de ferramentas e tecnologias mais recentes.

Os benefícios da automação de processos no setor de serviços financeiros

Para as equipes de riscos e conformidade, o caminho a seguir é encontrar exemplos de como os bancos já automatizam processos básicos como verificações de KYC e AML usando a automação de serviços financeiros. Em seguida, divulgar os benefícios da RPA e dos operadores digitais para os tomadores de decisão seniores.

Entre eles:

  • automação e aceleração de tarefas manuais ou repetitivas
  • liberação de tempo que pode ser usado para aumentar a qualificação da força de trabalho
  • aumento do envolvimento de funcionários
  • criação de uma trilha de auditoria clara para tarefas e decisões
  • melhoria da precisão de verificações e relatórios
  • redução dos tempos de resposta da equipe de riscos e conformidade

Seja qual for o futuro do setor de serviços financeiros, há uma necessidade real de eliminar as lacunas de conhecimento atuais e aparelhar as equipes de riscos e conformidade da área administrativa com as ferramentas de automação necessárias para prepará-las da melhor forma possível para o que vem por aí.

Dare conclui: “Está claro que a complexidade da atividade de garantia de conformidade continua crescendo, juntamente com as demandas de órgãos reguladores e stakeholders a respeito dos dados de conformidade. Essas demandas crescentes criam desafios para as empresas, como resistência para investir em tecnologia, motivada por fatores culturais e de custo das organizações. O roteiro desejado para a maioria das empresas é automação e sistemas centralizados para gerenciar demandas de dados mantendo a conformidade.”

[1] Criação de uma nova força de trabalho: como usar a automação inteligente para abordar a crescente complexidade de riscos e conformidade SS&C Blue Prism/ICA