Estudo de caso
Soluções por setor

45% menos tempo

para coletar dados (de 45 minutos para 25)

Flexibilidade

da equipe permite absorver facilmente picos de consultas de AML

Mais de 26.000 horas

economizadas em apenas 2,5 anos

Soluções por setor

Usamos automação inteligente em todas as áreas e em todos os produtos do banco. Esses processos inteligentes aumentam a satisfação dos funcionários e dos clientes.”
Denisa Skantova Diretora de TI

O ČSOB é um dos maiores bancos comerciais da República Tcheca. Como banco universal, o ČSOB fornece uma ampla variedade de produtos e serviços bancários, cumprindo todas as leis, regulamentos e procedimentos para evitar atividades criminosas e manter os clientes seguros. A força de trabalho digital da Blue Prism usada pelo ČSOB, criada em parceria com a Deloitte, administra o combate à lavagem de dinheiro (AML) de forma contínua e eficiente.

Desafio

Os regulamentos de combate à lavagem de dinheiro (AML) exigem que os bancos denunciem atividades suspeitas para impedir que criminosos incorporem fundos ilícitos no sistema financeiro. Só no ano passado, o ČSOB investigou mais de 25.000 casos.

Cada caso de cliente novo ou existente exigia que os investigadores humanos coletassem informações de vários sistemas internos e externos. O tempo médio de processamento de cada caso era de cerca de 45 minutos. Pelo menos metade desse tempo era gasto em coleta de dados.

Com base nesse processamento, os funcionários precisavam tomar uma decisão. Se o investigador decidisse que o cliente apresentava risco de lavagem de dinheiro, o caso era encaminhado para outro departamento para realização das mesmas verificações. O ČSOB sabia que havia uma maneira mais eficiente de coletar e verificar essas informações essenciais.

Solução

O banco formou uma forte parceria com a Deloitte, cooperando diariamente com sua equipe experiente para otimizar e automatizar processos em todo o banco. Usando o conhecimento de tecnologias de RPA da Deloitte, o ČSOB implementou uma força de trabalho digital da Blue Prism. Isso foi apenas o começo. O banco garantiu a disponibilidade de governança adequada para poder aumentar a escala rapidamente. Além aumentar o número de automações, a equipe expandiu os recursos da força de trabalho digital para incluir inteligência artificial, fluxos de trabalho e aprendizagem por máquina.

Agora, o ČSOB conta com 15 operadores digitais dedicados ao processo de AML, reunindo e consolidando dados em um único arquivo Excel resumido que pode ser consultado facilmente. Os operadores digitais trabalham uma média combinada de mais de 300 horas por dia, inclusive fins de semana, para permitir que os investigadores humanos atendam a mais casos em menos tempo. Eles reduziram o risco geral para o banco.

Com a flexibilidade adicional da força de trabalho, a equipe de AML do ČSOB pode lidar facilmente com picos de trabalho, sem precisar de horas extras, e continuar oferecendo informações precisas e oportunas.

Últimas notícias da Blue Prism