6,2 milhões

Total de transações processadas até hoje

250,000

Horas de trabalho devolvidas à empresa

Ampla escala

60 operadores digitais trabalhando em mais de 150 processos

Sysco expande a força de trabalho digital mantendo a excelência da equipe

Praticamente da noite para o dia, a automação se tornou uma necessidade essencial em todas as áreas da empresa. Era o momento de colocarmos nossas teorias e planos em ação."
Kim Meredith Diretora de tecnologia empresarial, CoE

Sediada no Texas, a Sysco é a maior distribuidora geral de alimentos do mundo e atende a mais de 600.000 clientes em 90 países. Quando as operações da Sysco foram subitamente afetadas pela covid-19, a empresa já havia iniciado um programa de automação. No entanto, surgiu a dúvida: “a Sysco seria capaz de ampliar rapidamente seu programa de automação sem sacrificar o compromisso da equipe com a excelência operacional?” Graças aos esforços da equipe e à flexibilidade da força de trabalho digital da Blue Prism, a resposta foi sim.

Desafio

Como a maior distribuidora de alimentos e produtos alimentares do mundo, a Sysco depende de uma ampla e complexa rede de distribuição para atender aos seus 600.000 clientes. Essa rede sofreu uma forte pressão quando a pandemia impactou a economia global. Felizmente, antes da covid-19, a Sysco já havia criado uma pequena equipe de automação, formada por nove trabalhadores humanos e 12 operadores digitais. A equipe adotou uma atitude de alto desempenho calcada em fundamentos operacionais essenciais. Por isso, quando todos os efeitos da pandemia afetaram as operações da Sysco, a equipe de automação da empresa foi convocada para resolver os problemas. O desafio enfrentado pela equipe era imenso: ampliar rapidamente para atender às demandas de toda a operação da Sysco, sem sacrificar a excelência operacional.

Solução

A equipe de automação já tinha pensado em como implementar mais operadores digitais, mas a covid-19 fez com que esses planos fossem colocados em prática como uma urgente prioridade empresarial. Como cliente de nuvem da Amazon Web Services (AWS), a estratégia de nuvem da Sysco era um componente essencial para ajudar a ampliar as iniciativas de automação. A empresa usa a AWS para executar o Blue Prism na nuvem. A natureza instantânea das implementações na nuvem permite que a Sysco crie ou ative operadores digitais da Blue Prism sempre que houver necessidade em algum ponto da operação e os amplie de forma exponencial para acompanhar as demandas dos negócios. 

Por fim, o uso de tecnologias de inteligência artificial e aprendizagem de máquina também ajudou a Sysco a expandir as possibilidades da automação. Por exemplo, com a adição do AWS Textract, uma tecnologia de reconhecimento óptico de caracteres, a Sysco conseguiu automatizar o processamento dos pedidos de clientes recebidos por fax digital. Um operador digital, apelidado de Jackpot, demonstrou tanta eficácia na remoção de erros de inserção de pedidos que a equipe da Sysco deixou de trabalhar horas extras para corrigir esses erros. 

Hoje, a Sysco cresceu para 60 operadores digitais que processam coletivamente 6,2 milhões de transações e devolvem mais de 250.000 horas de trabalho à empresa. Tudo isso em meio a uma pandemia global desgastante e sem sacrificar a excelência operacional.

Últimas notícias da Blue Prism