contact

Contato

Blog | 19 de jan. de 2024

Automação de registros eletrônicos de saúde (EHR)

Automação de registros eletrônicos de saúde (EHR)
Table of Contents

Digitalização e compartilhamento seguro de informações de pacientes

O setor de assistência médica enfrenta gargalos e dependência de processos inconsistentes, propensos a erros e baseados em papel para grandes quantidades de dados. Para combater essa lentidão e recuperar mais tempo para o atendimento ao paciente, os fornecedores de assistência médica estão implementando a automação de assistência médica.

A automação inteligente (AI) simplifica os processos manuais do setor de assistência médica, garantindo que os dados dos pacientes permaneçam seguros e precisos. Os operadores digitais da AI eliminam os erros humanos e facilitam o acesso dos fornecedores de assistência médica apropriados aos dados mais relevantes do paciente para agilizar os diagnósticos. Além disso, garantem que as organizações de assistência médica mantenham a conformidade e que a segurança dos pacientes continue sendo uma prioridade.

Ao automatizar os registros médicos, os fornecedores de assistência médica podem usar ferramentas de AI para criar, gerenciar e distribuir documentos médicos com segurança. Isso pode incluir registros eletrônicos de saúde (EHRs), sistemas de suporte a decisões clínicas e documentos de faturamento e codificação.

Antes de falarmos sobre a automação de registros médicos, vamos esclarecer uma dúvida comum: 

Qual é a diferença entre EMR e EHR?

Os registros médicos eletrônicos (EMRs) capturam as informações do paciente em um fornecedor de assistência médica. Enquanto isso, os registros eletrônicos de saúde (EHRs) podem ser usados por vários fornecedores e organizações de assistência médica.

O que é o processamento de EHRs (registros eletrônicos de saúde)?

Um EHR é um registro digital que contém o histórico médico e as informações de saúde de um paciente, e pode ser compartilhado entre médicos, hospitais e assistência médica.

Quando automatiza o processamento de EHRs, você pode converter todos os dados do paciente em um formato estruturado e padronizado que pode ser usado entre departamentos. Você também pode programar os operadores digitais da AI para sinalizar qualquer informação ausente ou erro nos dados para garantir que todas as informações do paciente estejam corretas, consistentes e atualizadas. Dessa forma, equipe clínica se livra de muitas tarefas manuais e o trabalho do médico é otimizado com mais tempo para se concentrar no paciente e em suas necessidades.

O que é o processamento de EMRs (registros médicos eletrônicos)?

Um EMR é uma versão digital do prontuário do paciente que fica dentro do sistema de um fornecedor. Por esse motivo, há mais barreiras para o compartilhamento de EMRs entre os profissionais de assistência médica. É por isso que são a opção mais frequente entre as organizações de assistência médica de menor porte. Os EMRs contêm dados sobre o histórico médico, os diagnósticos, os medicamentos e os planos de tratamento do paciente, entre outras informações. É fundamental que esses registros sejam consistentes e precisos.

Quais são os casos de uso para automação nos processos de EHR?

A automação da assistência médica é uma etapa essencial na preparação do setor de assistência médica para o futuro, em um momento em que já enfrenta desafios como crescimento do número de pacientes, escassez de pessoal e aumento do tempo de espera. Quando automatiza os registros de pacientes, você reúne, digitaliza e centraliza em um só sistema as informações hoje existentes em sistemas heterogêneos. Dessa forma, você garante que:

  • As informações dos pacientes sejam atualizadas, corretas, consistentes e seguras.
  • Os médicos sejam mantidos informados com acesso às informações do paciente em tempo real.
  • A equipe administrativa se livre de boa parte da entrada repetitiva de dados, aumentando sua agilidade e, possivelmente, sua satisfação no trabalho.
  • Haja menos atrasos causados por processos com muita papelada.
  • O processamento de pacientes é consideravelmente simplificado, o que pode aumentar a capacidade e reduzir os problemas causados pela falta de pessoal.
  • A economia de custos aumenta e os recursos são mais bem alocados.
  • Você pode melhorar a qualidade do atendimento aos pacientes com processos mais rápidos e dar oferecer a eles um acesso mais amplo ao seu fornecedor de assistência médica.

Como automatizar as atualizações de registros médicos?

Vamos detalhar a automação inteligente. A AI usa automação robótica de processos (RPA), inteligência artificial (IA) e gerenciamento de processos de negócios (BPM), em conjunto com outras tecnologias digitais, para conectar sistemas de saúde e atualizar automaticamente as informações dos pacientes sem a necessidade de intervenção humana. Veja como funcionam algumas dessas ferramentas de AI:

  • RPA: automatiza tarefas administrativas repetitivas, como entrada de dados e agendamento de consultas, liberando a equipe para trabalhos de maior valor.
  • Processamento inteligente de documentos (IDP): usa processamento de linguagem natural (PLN), reconhecimento óptico de caracteres (OCR) e IA, entre outras tecnologias, para integrar documentos digitalizados, como registros de saúde ou indenizações de seguro, em um sistema centralizado. O IDP pode ser usado para integração de pacientes, faturamento médico, codificação médica e gerenciamento de registros de pacientes.
  • PLN: pode entender e interpretar textos médicos não estruturados de observações de pacientes ou relatórios médicos e convertê-los em dados estruturados que as organizações de assistência médica podem analisar e usar para atualizar seus sistemas.
  • IA: detecta padrões de dados e os utiliza para encontrar caminhos mais eficientes nos processos dos pacientes. Ela pode alertar a equipe sobre erros nos registros dos pacientes e até mesmo prever possíveis riscos à saúde para que os pacientes passem por uma consulta de acompanhamento.

Quais processos do EHR podem ser automatizados?

Um sistema EHR apresenta várias oportunidades de automação de processos para transformar a precisão e a acessibilidade dos registros dos pacientes.

Para fazer isso, a AI pode:

  • Criar gráficos com base na análise de dados de EHRs, resultados de laboratório, registros de farmácia etc.
  • Inserir dados de pacientes, atualizar registros de pacientes e histórico médico, transferir arquivos e agendar consultas e acompanhamentos.
  • Digitalizar registros médicos com o IDP, garantindo que todos os dados do paciente estejam disponíveis em formato padronizado em um sistema centralizado.
  • Notificar a equipe sobre todas as discrepâncias, erros ou informações ausentes nos registros dos pacientes para que ela possa acompanhar essas questões.
  • Melhorar a precisão do diagnóstico com a análise rápida e precisa de grandes conjuntos de dados de registros de pacientes e da identificação de padrões ou anomalias.

Como nosso cliente fez isso

A Marie Curie recorreu à AI para ajudar a equipe a inserir os dados dos pacientes. Agora, quando recebe um encaminhamento de serviço, a equipe insere os dados do paciente e o ID do encaminhamento em um formulário do SS&C Blue Prism | Interact®. Os operadores digitais da SS&C Blue Prism coletam as informações do formulário do Interact e fazem login nos sistemas de registro de pacientes para inserir todos os detalhes pertinentes. Após a conclusão do trabalho, os operadores digitais enviam o encaminhamento para execução de ações imediatas pela equipe de enfermagem. Quando a equipe precisa de um pacote de informações sobre um novo paciente, pode fazer uma observação no formulário do Interact. As informações são encaminhadas a um terceiro, que monta e envia os pacotes pelo correio.

O que a automação pode fazer por você

Quando se trata de dados de pacientes, os cuidados e a segurança são as principais prioridades de um fornecedor de assistência médica. Processos repetitivos e com muita papelada podem desviar a atenção dessas prioridades, causando erros, retrabalhos, duplicação de esforços e perda de informações críticas.

Com a AI, é possível digitalizar e reunir os registros médicos em um sistema centralizado, onde podem ser acessados apenas pelas pessoas certas, os dados estão sempre atualizados e as informações confidenciais são protegidas de forma confiável.

Descubra como começar a automatizar os registros médicos dos pacientes com o SS&C Blue Prism.

Últimas notícias da SS&C Blue Prism