contact

Contato

Blog | 15 de jan. de 2024

automação da gestão de patrimônio: tendências tecnológicas

Principais tendências tecnológicas na automação do gerenciamento de patrimônio e ativos
Table of Contents

O futuro da automação e da IA no setor de patrimônio e ativos

Esperamos que muitos dos desafios que influenciaram o setor de gerenciamento de patrimônio e ativos em 2023 persistam e se intensifiquem em 2024. Isso inclui a evolução das expectativas de clientes e dos funcionários, amplificada pelas mudanças demográficas e de mentalidade e pelos impactos contínuos da Grande Demissão.

Ao mesmo tempo, gerentes de patrimônio e ativos também respondem a novas regulamentações que incentivam a democratização de mercados privados e as estruturas de emissão de relatórios de meio ambiente, sociedade e governança (ESG) mais estabelecidos. E não podemos esquecer da introdução pública da IA criativa. É óbvio que o futuro já chegou. Como você vai aproveitar a oportunidade da melhor forma possível?

Vamos explorar sete tendências tecnológicas de automação de gerenciamento de patrimônio e ativos para manter a liderança:

  1. IA criativa
  2. Evolução da demanda dos clientes
  3. O Grande Rejuvenescimento
  4. Integridade da automação
  5. Prevenção do impacto da incerteza
  6. Investimentos sustentáveis
  7. Democratização dos mercados privados

1 - IA criativa e o gerenciamento de patrimônio e ativos

Qual é o futuro da IA e da automação no gerenciamento de patrimônio e ativos? A exploração de casos de uso de IA criativa já começou e produziu resultados iniciais, melhorando a eficiência operacional do gerenciamento de patrimônio e ativos. Mas, apesar da rápida adoção, a falta de precisão e estruturas de governança da IA criativa significa que ainda estamos longe de um mundo em que possamos confiar exclusivamente nessa tecnologia, principalmente em um ambiente altamente regulamentado como o de patrimônio e ativos. Portanto, o foco será a IA criativa e os humanos trabalhando juntos em harmonia.

Conforme continuamos a explorar novas formas e usos para a IA criativa, controles mais rígidos e estruturas de governança se tornam ainda mais essenciais para liberar todo o seu potencial, garantindo a criação de valor para todos os stakeholders e um impacto positivo duradouro na sociedade. Prevemos que a personalização do envolvimento do usuário e a melhoria da experiência de autoatendimento do cliente serão a base para a criação de valor significativo em 2024.

Entre os gerentes de patrimônio e ativos, 19% citaram operações de investimento e consultoria financeira como áreas em que a IA criativa poderia ter o maior impacto em suas organizações. Para 21%, o maior impacto seria obtido na área de ingestão de dados para promover atividades geradoras de alfa."

EY

, O imperativo da transformação: IA criativa no gerenciamento de patrimônio e ativos

Principais dicas:

  • Estabeleça a base da colaboração entre equipes para definir e priorizar casos de uso, indicadores-chave de desempenho (KPIs) e retorno sobre o investimento (ROI).
  • Atualize as normas e os ativos de dados existentes para garantir o acesso sustentável às entradas de dados.
  • Renove os procedimentos de governança para melhorar o gerenciamento de riscos legais, financeiros e de reputação.

Nesse momento, temos um longo caminho a percorrer até que a IA criativa alcance a maturidade. Como os gerentes de patrimônio e ativos continuam a testar a aplicação dessa tecnologia em diversos recursos, esperamos que várias novas oportunidades de adoção surjam em 2024.

2 - Evolução da demanda dos clientes

Em 2024, os gerentes de patrimônio e ativos terão de lidar com a evolução de várias necessidades dos clientes. Entre elas, a pressão para reduzir as taxas, diversificar os portfólios e responder a investimentos sustentáveis das populações das gerações Y e Z. Tudo isso, simultaneamente ao aumento do nível de transparência, disponibilidade e agilidade na obtenção de percepções sobre os investimentos dos clientes.

Em 2024, os gerentes de patrimônio e ativos reavaliarão a infraestrutura necessária para simplificar as operações de acordo com a evolução contínua da demanda. Isso inclui a análise da personalização das comunicações e a capacidade de apresentar diversas oportunidades de investimento.

Nos próximos 30 anos, espera-se que 80% da riqueza seja transferida para as mãos das gerações mais jovens."

Primeiro patrimônio

, Você e sua família estão preparados para a "Grande Transferência de Riqueza"?

A probabilidade de a geração Y trocar de fornecedor, transferir ativos entre empresas ou começar a trabalhar com novos gerentes de patrimônio é duas vezes maior (73%) do que a dos boomers (29%)."

EY

, Como os investidores da geração Y de hoje podem promover o crescimento dos negócios de amanhã?

Principais dicas:

  • Os gerentes de patrimônio e ativos devem aproveitar a tecnologia para trocar informações usando os canais de comunicação necessários, no momento certo e pelos motivos certos.
  • Compreenda as motivações e os comportamentos de investimento dos clientes para oferecer serviços, consultoria e títulos personalizados.
  • Aproveite as oportunidades de IA criativa e aprendizado de máquina (ML) para obter percepções significativas.
Rob Paisley

Para mitigar esse risco, é imperativo planejar a continuidade entre gerações, orientando-as sobre o gerenciamento e transferência do patrimônio familiar antes que seja tarde demais."

Rob Paisley

Diretor de serviços bancários, financeiros e de seguros, LinkedIn

3 - O Grande Rejuvenescimento

Três anos depois, em 2024, acreditamos que a escassez de habilidades continuará a crescer como uma influência duradoura desde a pandemia global. Espera-se que as preocupações dos funcionários com esgotamento, carga de trabalho, cultura insatisfatória e falta de flexibilidade, já comuns no setor financeiro, alcancem também o setor de gerenciamento de ativos e patrimônio.

A Grande Demissão já resultou em uma onda de evasão de talentos do setor. Além disso, os trabalhadores remanescentes e indiscutivelmente mais valiosos do setor estão se aproximando da idade de aposentadoria, e apenas 10% das gerações Y e Z considerariam uma carreira na área de serviços financeiros.

As empresas que desejam proteger seus talentos precisam passar por mudança cultural em 2024. Principalmente nas áreas que exigem mais pesquisa, como as voltadas ao cliente, em que funcionários juniores costumam ser encarregados de pesquisas, investigações e outros trabalhos manuais e enfadonhos que poderiam ser realizados pela tecnologia.

Principais dicas:

  • Crie um ambiente de trabalho avançado que permita aos funcionários utilizar suas habilidades e manter o foco na criação de valor para a empresa.
  • Use a automação para identificar e realizar tarefas manuais e repetitivas.
  • Crie uma infraestrutura que ofereça remuneração adequada quando merecida.

Um trabalho gratificante é desejado por 69% dos funcionários, enquanto 71% dizem que o aumento de salário é o principal motivador para mudar de emprego."

PWC

, Pesquisa sobre esperanças e temores da força de trabalho global

Emily Tullett

A automação inteligente permite que as empresas cuidem de seus ativos mais valiosos: seus funcionários. Como o risco de perder os melhores talentos continua a aumentar, a automação permite que os clientes identifiquem os melhores casos de uso, liberando o tempo dos funcionários em toda a empresa para que se concentrem em maximizar seus conjuntos de habilidades exclusivas e recebam recompensas pessoais e financeiras pela agregação de valor."

Emily Tullett

Gerente sênior de marketing setorial, serviços bancários, financeiros e seguros, SS&C Blue Prism, LinkedIn

4 - Integridade da automação

O cenário regulatório de 2024, voltado à resiliência financeira, eficácia do mercado e abordagem de novos riscos de sustentabilidade e fintech, apresenta desafios de recursos para empresas de patrimônio e ativos.

Em 2024, prevemos que as empresas sofrerão uma pressão ainda maior para ajustar os mecanismos internos a fim de cumprir requisitos novos e progressivos, o que exige transformação e investimento significativos. Mais empresas se voltarão para a automação inteligente (AI) e a transformação digital para oferecer soluções de conformidade expansíveis em menos tempo, alcançando sempre 100% de precisão.

Principais dicas:

  • Invista em AI pela sua capacidade de simplificar, padronizar e auditar processos.
  • Implemente a automação pela sua capacidade de cumprir qualquer regulamentação, atual ou futura.

O uso da tecnologia para conformidade oferece uma economia de tempo total estimada em até 75%."

EY

, Como a automação transforma a conformidade no gerenciamento de patrimônio e ativos

Drew Sonden

Os seres humanos têm um desempenho intrinsecamente insuficiente na execução de atividades de conformidade: pesquisar grandes volumes de dados, verificar e confirmar informações, e compilar relatórios complexos são tarefas frustrantes e... [levam a] erros inevitáveis. A força de trabalho digital não enfrenta esses problemas. Na verdade, com seu conjunto único de habilidades, é ideal para essas tarefas que desafiam os seres humanos."

Drew Sonden

Consultor sênior de soluções, SS&C Blue Prism, LinkedIn

5 - Prevenção do impacto da incerteza

Em 2024, incertezas como inflação, taxas de juros, crises de custo de vida, agitação civil e interrupções na cadeia de suprimentos continuarão a prevalecer globalmente. Por outro lado, também prevemos que o setor está muito mais sintonizado com a necessidade de aprimorar a prevenção dos impactos da incerteza.

No gerenciamento de patrimônio e ativos, o impacto provavelmente será notado nos volumes flutuantes: a demanda aumenta ou diminui para determinadas classes de ativos, instrumentos financeiros, liquidez ou atividades de M&A. Prevemos que as empresas de gerenciamento de ativos e patrimônio tomarão mais medidas para aumentar a resiliência com a adoção de um modelo operacional digital.

Principais dicas:

  • Adote a orquestração de processos de negócios para identificar os que correm maior risco de falha em circunstâncias extremas.
  • Identifique tarefas individuais dentro do processo que podem ser repetidas e representam riscos quando instruções específicas não são sempre seguidas de forma idêntica.
  • Realize essas tarefas com AI para melhorar o desempenho e proteger-se contra a inevitável incerteza que afeta os volumes flutuantes.

Entre os entrevistados da pesquisa, 56% indicam que a inflação terá um impacto negativo nas operações, enquanto 58% expressam preocupação com o ambiente geopolítico."

Deloitte

, 2024 Investment Management Outlook

Jeremy

Ao fornecer percepções práticas, as empresas monitoram o desempenho em tempo real para obter uma visibilidade de 360 graus dos processos, pessoas, colegas de trabalho digitais, dados e sistemas. Usando essa visibilidade para detectar problemas, riscos e gargalos, prever resultados, oferecer orientações em tempo real e alertar e acionar ações corretivas, os clientes promovem melhorias contínuas."

Jeremy Mackinlay

Gerente sênior de marketing setorial, serviços bancários, financeiros e seguros, SS&C Blue Prism, LinkedIn

6 - Investimentos sustentáveis

O investimento responsável continua sendo uma área de importância em 2024. Entretanto, a atual falta de clareza regulatória e o apetite menor do que o esperado por parte dos investidores institucionais colocam em dúvida se o ESG é uma estratégia eficaz de investimento de longo prazo.Acreditava-se que o principal problema era a falta de acesso a dados consistentes, o que dificultava o consenso sobre diretrizes para todo o setor.

Mesmo com opiniões e comportamentos diferentes entre os investidores, a demanda por transparência nos fatores do ESG em portfólios de investimento veio para ficar. Isso é especialmente verdadeiro com a crescente predominância no mercado das gerações Y e Z, que priorizam investimentos responsáveis.

Principais dicas:

  • Mantenha-se à frente das diretrizes pendentes, continuando a desenvolver recursos para definir, medir e capturar dados de ESG.
  • Utilize a tecnologia de IA e ML para se adaptar às novas orientações regulatórias com rapidez e facilidade.

Mais de 60% das pessoas baseiam comportamentos de compra em critérios éticos e de sustentabilidade, e esse grupo cresce 10% a cada ano."

PWC

, ESG Trends in 2023

Drew Sonden

Legislação iminente, como a CSRD, viabilizará eventualmente fontes de dados mais estruturadas e confiáveis, mas o processo de recuperação, compilação e compreensão das informações oferecidas por essas fontes é uma tarefa ideal para a força de trabalho digital. ... Basta aproveitar a automação para aumentarmos a eficiência das atividades, reduzindo a necessidade de intervenção humana e o consumo de energia."

Drew Sonden

Consultor sênior de soluções, SS&C Blue Prism, LinkedIn

7 - Democratização dos mercados privados

Com o novo regulamento ELTIF 2.0 entrando em vigor na Europa em janeiro de 2024, as barreiras de entrada para investidores de varejo estão caindo. Os órgãos reguladores globais também reconhecem a crescente demanda dos investidores de varejo por maior acesso a setores de investimento alternativos, como os ativos digitais.

Os gerentes de patrimônio e ativos estão se adaptando como preparação para o aumento no volume de investidores em 2024, com um foco decidido na melhoria do processo de integração de investidores. A otimização desse aspecto da experiência do cliente é crucial, especialmente em relação aos desafios de volume que intensificarão as pressões operacionais. A integração é a oportunidade de causar uma ótima primeira impressão nesse novo público.

Principais dicas:

  • Use AI para simplificar a integração de investidores.
  • Identifique outros processos operacionais a serem aprimorados para oferecer um melhor serviço contínuo.
  • Aumente a disponibilidade de fundos "perenes" (ou semilíquidos) oferecendo janelas de liquidez predefinidas.

70% dos investidores esperam aumentar as alocações para investimentos alternativos nos próximos 12 meses."

SS&C Intralinks

, Intralinks 2023 LP Survey

Drew Sonden

Durante muitos anos, o espaço de investimentos teve uma organização claramente estratificada, com empresas especializadas em títulos tradicionais, investimentos privados ou investimentos alternativos. Agora, essa distinção está sendo rompida por clientes que querem acesso mais fácil a uma variedade maior de ativos. Os gerentes de investimento estão sendo forçados a criar portfólios híbridos para atender a esse desejo de flexibilidade."

Drew Sonden

Consultor sênior de soluções, SS&C Blue Prism, LinkedIn

O futuro do gerenciamento de patrimônio e ativos

Conforme enfrentamos os desafios de 2024, os gerentes de patrimônio e ativos são constantemente colocados à prova. A chave para superar e se manter à frente desses desafios está no aproveitamento da tecnologia certa.

Trabalhe com a SS&C Blue Prism para ajudar a aprimorar seu foco nessas áreas essenciais e preparar sua empresa para o futuro, ainda hoje.

Últimas notícias da SS&C Blue Prism